‘Impermanência’ tem início no dia 20 de agosto, na Casa de Castro Alves

Estreia no dia 20 de agosto, às 16h, a exposição fotográfica Impermanência, produzida pelo Laboratório de Fotografia da Faculdade de Comunicação da UFBA (Labfoto). A mostra será realizada na Casa de Castro Alves, no Santo Antônio Além do Carmo, com entrada gratuita. 

A abertura da exposição, no dia 20, contará com uma roda de conversa com os fotógrafos. A casa continuará aberta para visitações até o dia 02 de setembro, das 14h às 19h.

“Impermanência” traz 14 ensaios fotográficos autorais realizados pelos fotógrafos e fotógrafas do Labfoto. Com um total de 74 imagens, os projetos utilizam linguagens como autorretrato, fotoperformance, fotojornalismo e editorial para abordar o tempo, a morte, o corpo e as territorialidades. A mostra é o primeiro evento do Labfoto fora da universidade após a pandemia.

A exposição conta com ensaios dos monitores Caíque Silva, Eloá Silva, Laís di Oliveira, Luísa Calmon, Maiana Oliveira, Martha Valentine, Meneson Conceição, Mamirawá, Pedro Pinheiro, Raquel Brito, Raquel Franco, Samara Said, Thaís Chaves e Vitória Sampaio.

Para Caíque Silva, autor do ensaio “Tudo que sonhei antes do fim”, levar sua arte para a rua e conversar com as pessoas sobre ela era um sonho antigo. O trabalho, que ilustra os materiais de divulgação de “Impermanência”, discute a união entre o corpo e a natureza através de uma fotoperformance.

“Os ensaios foram muito importantes, porque todos eles me geraram momentos de intimidade com as pessoas convidadas e também com algum pedaço de natureza que ainda vive na cidade de Salvador. Eu espero trocar com ainda mais pessoas sobre o trabalho e quem sabe até encontrar novos parceires para realizar novas imagens”, diz. 

Outro projeto de fotoperformance é “Apesar das Ruínas”, de Pedro Pinheiro. Baseado no poema homônimo de Sophia de Mello Breyner Andresen, o ensaio trilha as possibilidades do sonhar: do onírico biológico e químico ao sonho enquanto desejo ou vontade mais íntima. De acordo com Pedro, a mostra é um momento de comemoração. 

“A possibilidade de realizar uma exposição coletiva e participar de diversas etapas para a concepção e concretização da mesma é muito potente, especialmente sendo a minha primeira vez expondo e o meu primeiro projeto fotográfico escrito e planejado como tal”, declara. 

Já Martha Valentine explora as cores em seu trabalho, “Tons de Luto”, para retratar os estágios do pesar. A fotógrafa celebra a coletividade do Laboratório na concepção dos projetos. “O projeto é uma experiência que convida a sentir e refletir, porque eu tinha acabado de perder meu avô. A parte mais difícil depois disso foi transformar a ideia em algo real. Mas tive ajuda de uma galera muito massa para conseguir chegar no final”, conta. 

Coordenador do Labfoto, o professor Rodrigo Rossoni vê a exposição como a completude de um ciclo de aprendizagens do Programa de Formação em Fotografia. “Eu, como professor e coordenador do Labfoto, fico muito feliz e motivado, porque estamos de fato concretizando nossos projetos e vendo a alegria e o empenho da equipe”, afirma. 

“Os visitantes podem esperar trabalhos muito sensíveis e potentes, que vão tocar em várias questões existenciais, emocionais e políticas da nossa existência. A exposição nos faz compreender que o papel da fotografia e das artes é tensionar nossa relação com o mundo, expressar nossos desejos e sentimentos, além de poder buscar um respiro às nossas incompreensões”, completa Rossoni. 

Impermanência será realizada em agosto, considerado o mês da fotografia, em homenagem à data em que foi oficializada a invenção do primeiro equipamento fotográfico moderno, o Daguerreótipo.

Labfoto

O Labfoto é uma instância da Faculdade de Comunicação da Universidade Federal da Bahia (UFBA), que oferece um Programa de Formação em Fotografia para estudantes com interesse nas práticas fotográficas. O Programa se fundamenta em quatro pilares: a Escola de Fotografia, a Agência de Fotografia, o Núcleo de Fotografia e Comunidades – NUFOCO e a Pesquisa em fotografia.

Atualmente, o Laboratório é composto por 13 monitores de cursos variados da UFBA, que atuam sob orientação do professor Rodrigo Rossoni. 

Serviço
O quê: Exposição fotográfica Impermanência
Quando: De 20/08 a 02/09, das 14h às 19h
Onde: Casa de Castro Alves. Rua do Passo, 52, Santo Antônio Além do Carmo
Valor: Entrada gratuita